Psicologia 

soviética

Acervo de estudos soviéticos sobre o psiquismo humano — 000 documentos

Em inglês

513 p. 

Luria, A. R. (1962/1966) Funções corticais superiores no humano: e seus distúrbios com lesões locais no cérebro.


(1962/1966) Higher cortical functions in man. Prefaces to the English edition by Hans Lukas Teuber and Karl H. Pribram. ……. 513 p.

PRINCIPAIS CONTEÚDOS



Prefácio 


I. As funções psíquicas superiores e sua organização no cérebro


1. O problema da localização das funções no córtex cerebral.

  • A. Conceitos psicomorfológicos e sua crise — uma revisão histórica.
  • B. Reexame do conceito de função e dos princípios de sua localização.
  • C. As funções psíquicas superiores no humano.


2. Dados modernos sobre a organização estrutural do córtex cerebral.

  • A. Concepções originais.
  • B. Organização estrutural das divisões corticais posteriores.
  • C. Organização estrutural das divisões corticais anteriores.
  • D. Diferenciação progressiva das regiões e campos corticais no curso da filogênese e ontogênese.
  • E. Organização estrutural e conexões das divisões corticais médio-basais.


3. Distúrbios das funções psíquicas superiores em presença de funções cerebrais locais.


II. Distúrbios das funções corticais superiores na presença de lesões cerebrais locais.


1. Alguns problemas investigativos.

  • A. Principais formas  de distúrbio das funções corticais superiores resultantes de lesões cerebrais locais.
  • B. O problema do hemisfério dominante.
  • C. Componentes cerebrais gerais em casos de lesões cerebrais locais.


2. Distúrbios das funções corticais superiores com lesões da região temporal.

  • A. Revisão histórica.
  • B. O analisador auditivo e a estrutura do córtex auditivo.
  • C. Sons da linguagem e a escuta da fala.
  • D. Distúrbios das funções corticais superiores com lesões do núcleo cortical do analisador  auditivo. Agnosia acústica e afasia sensorial.
  • E. Distúrbios das funções Corticais com lesões dos segmentos mediais da região temporal. Afasia acústico-mnésica.
  • F. Distúrbios dos processos intelectuais com lesões temporais.


3. Distúrbios das funções corticais superiores com lesões das regiões occipitais e occipito-parietais.

  • A. Revisão histórica.
  • B. O analisador visual e a estrutura do córtex visual.
  • C. Distúrbio da percepção de objetos com lesões do córtex visual e agnosia concorrente.
  • D. Distúrbio da percepção tátil e agnosia tátil.
  • E. Desorientação espacial e apractagnosia construtiva.
  • F. Distúrbios das operações aritméticas e a síndrome da acalculia.
  • H. Distúrbios dos processos intelectuais.


4. Distúrbios das funções corticais superiores com lesões das regiões sensomotoras.

  • A. Revisão histórica.
  • B. O analisador motor e a estrutura da região sensomotora.
  • C. Distúrbios da base aferente dos movimentos voluntários. Apraxia aferente (sinestésica).
  • D. Distúrbios da base sinestesia da fala. Afasia motora aferente (sinestésica).
  • E. Distúrbios das funções motoras com lesões da região pré-motora.
  • F. Distúrbios da estrutura cinética da fala. Afasia motora eferente (cinética).
  • G. Afasia frontal “dinâmica”.
  • H. Distúrbios de processos intelectuais com lesões da região pré-motora.


5. Distúrbios das funções corticais superiores com lesões da região frontal.

  • A. Revisão histórica.
  • B. Estrutura e funções.
  • C. Distúrbios do movimento e atividade voluntários.
  • D. Distúrbios da regulação da fala.
  • E. Distúrbios gnósticos.
  • F. Distúrbios mnésicos.
  • G. Distúrbios intelectuais.
  • H. Principais variantes da síndrome frontal.


III. Métodos de investigação das funções corticais superiores em presença de lesões cerebrais locais.


1. Objetivos da investigação clínico psicológica das funções corticais superiores em presença de lesões corticais locais.


2. A conversação preliminar.


3. Investigação das funções motoras.

  • A. Destaques preliminares.
  • B. Investigação das funções motoras das mãos.
  • C. Investigação da práxis oral.
  • D. Investigação da regulação verbal do ato motor.


4. Investigação da coordenação acústico-motora.

  • A. Destaques preliminares.
  • B. Investigação da percepção e a reprodução de pitch relationships [ver]
  • C. Investigação da percepção e da reprodução de estruturas rítmicas.


5. Investigação das funções cutâneas e sinestésicas superiores.

  • A. Destaques preliminares.
  • B. Investigação da sensação tátil (cutánea)
  • C. Investigação da sensação profunda (sinestésica)
  • D. Investigação das funções táteis superiores e estereognosia.


6. Investigação das funções visuais superiores.

  • A. Destaques preliminares.
  • B. Investigação da percepção visual de objetos e imagens.
  • C. Investigação da orientação espacial.
  • D. Investigação das operações intelectuais no espaço.


7. Investigação da funções da fala. Fala receptiva.

  • A. Destaques preliminares.
  • B. Investigação da escuta fonêmica.
  • C. Investigação da compreensão da palavra.
  • D. Investigação da compreensão de sentenças simples.
  • E. Investigação da compreensão de estruturas lógico-gramaticais.


8. Investigação das funções da fala. Fala expressiva.

  • A. Destaques preliminares.
  • B. Investigação da articulação de sons da fala.
  • C. Investigação da fala refletida (repetitiva).
  • D. Investigação da função nominativa da fala.
  • E. Investigação da função narrativa da fala.


9. Investigação da leitura e escrita.

  • A. Destaques preliminares.
  • B. Investigação da análise fonética e síntese de palavras.
  • C. Investigação da escrita.
  • D. Investigação da leitura.


10. Investigação da habilidade aritmética.

  • A. Destaques preliminares.
  • B. Investigação da compreensão da estrutura do número.
  • C. Investigação das operações aritméticas.


11. Investigação dos processos mnésicos.

  • A. Destaques preliminares.
  • B. Investigação da impressão direta dos traços.
  • C. Investigação do processo de aprendizagem.
  • D. Investigação da memorização lógica.


12. Investigação dos processos intelectuais.

  • A. Destaques preliminares.
  • B. Investigação da compreensão de textos e de figuras temáticas.
  • C. Investigação da formação de conceitos.
  • D. Investigação da atividade intelectual discursiva.


Conclusão








Referência completa:

.