Psicologia 

soviética

Acervo de estudos soviéticos sobre o psiquismo humano — 000 documentos

Bojóvitch, L. I.; Blogonadejda, L. (1972/1978) Estudo da motivação do comportamento das crianças e adolescentes. 

Em russo

480 p. 

(1972/1978) Estúdio de la motivación de la conducta de los niños y adolescentes. Moscú: Editorial Progreso. 

PRINCIPAIS CONTEÚDOS










Referência completa:

.

1972/1976


voltar para: galeria - lista

Lidiia Bojóvitch “A personalidade e sua formação na idade infantil”

387 páginas

em espanhol

Principais conteúdos


Primeira parte. Investigações psicológicas da personalidade e sua importância para a pedagogia.


Capítulo 1. Os problemas atuais da educação e o lugar da psicologia em sua solução.


1. A importância das investigações psicológicas para a pedagogia.

2. Papel da psicologia na determinação dos objetivos da educação.

3. Papel da psicologia na elaboração dos métodos de educação.

4, Papel da psicologia na definição do sistema de influências educativas.

5. Papel da psicologia na avaliação dos resultados das influências educativas.


Capítulo 2. A luta pela psicologia concreta e o estudo integral da personalidade.


1. Surgimento da psicologia pedagógica e sua crise.

2. Enfoque do estudo da personalidade na psicologia geral e individual.

3. A psicologia como “ciência do espírito” e seu enfoque no estudo da personalidade.


Capítulo 3. Estado das investigações da personalidade na psicologia contemporânea.


1. A compreensão da personalidade à luz do enfoque das novas teorias da “psicanálise”.

2. O mecanicismo e o intelectualismo na crítica da psicanálise

3. A teoria da personalidade de C. Rogers.

4. A teoria da personalidade de K. Lewin.

5. As buscas de um enfoque integral no estudo da personalidade e sua importância para a pedagogia.

6. Investigações acerca dos problemas da “socialização” e sua importância para a educação.

7. “O papel” como mecanismo de assimilação da experiência social.

8. As tentativas de criar uma teoria geral da personalidade na psicologia estrangeira.

9. A compreensão da personalidade e o enfoque de seu estudo na psicologia soviética.

 

Segunda parte. Situação social e força motrizes do desenvolvimento da criança.


Capítulo 1. Situação social de desenvolvimento da criança.


1. Diferentes enfoques da caracterização da idade e o conceito de situação social de desenvolvimento.

2. A vivência e suas funções nos desenvolvimento psíquico da criança.


Capítulo 2. Caracterização das necessidades primárias da criança como forças motrizes de seu desenvolvimento.


1. O enfoque biologista na concepção de desenvolvimento psíquico da criança.

2. A necessidade de impressões, como fundamental no desenvolvimento psíquico da criança.

3. A necessidade de impressões e o surgimento da vida psíquica-individual.

4. A necessidade de impressões como base para o desenvolvimento de outras necessidades sociais da criança.


Terceira parte. Regularidades na formação da personalidade do escolar nas distintas idades.


Capítulo 1. O problema da preparação da criança para a aprendizagem escolar.


1. As exigências às crianças que ingressam na escola e o problema da preparação para a aprendizagem escolar.

2. A preparação da criança para a aprendizagem escolar na esfera da atividade cognoscitiva.

3. Preparação da criança para a posição social do escolar dos primeiros graus.

4. O processo de formação da preparação da criança para a aprendizagem escolar.

5. O surgimento das chamadas “instâncias morais” [instâncias éticas] ao final da idade pré-escolar.


Capítulo 2. Formação  da personalidade na idade escolar inicial.


1. Formação da atitude para com o estudo e desenvolvimento dos interesses cognoscitivos na idade escolar inicial.

2. Formação de uma atitude responsável e escrupulosa com relação ao estudo em escolares iniciais.

3. Formação de qualidades morais da personalidade no escolar inicial.

4. Formação da voluntariedade do comportamento e da atividade nos escolares iniciais.

5. Características das relações mútuas entre as crianças de idade escolar inicial no coletivo.


Capítulo 3. Formação da personalidade da criança na idade escolar média.


1. Situação social de desenvolvimento na idade escolar média.

2. Assimilação dos conhecimentos e a formulação nos adolescentes de uma atitude cognoscitiva com relação ao meio.

3. A importância do coletivo para os adolescentes e sua aspiração a encontrar seu lugar nele.

4. Desenvolvimento do aspecto moral da personalidade e formação dos ideais morais na idade escolar média.

5. Formação da diferenciação moral da personalidade do adolescente.

6. Formação nos adolescentes de um novo nível de autoconsciência.

7. Influência da autoconsciência do adolescente sobre outras particularidades de sua personalidade.

8. Desenvolvimento da autovaloração e seu papel na formação da personalidade do adolescente.


Capítulo 4. Formação da personalidade na idade escolar superior.


1. A necessidade do escolar superior de determinar seu lugar na vida como componente fundamental da situação social de seu desenvolvimento.

2. Caracterização da posição interna dos escolares superiores.

3. Formação da concepção de mundo na idade escolar superior e sua influência na atividade cognoscitiva do do escolar.

4. Influência da concepção de mundo na autoconsciência e percepção do mundo dos escolares superiores.

5. A concepção de mundo e sua influência na estrutura da esfera motivacional do escolar superior.


Conclusões.